O que significa? Termos do mercado imobiliário

Autor: jessica    23 de janeiro de 2012 Voltar

Na hora de comprar imóvel, seja apartamento ou casa, algumas dúvidas pairam em nossa cabeça. Pode ser a estrutura do imóvel ou, até mesmo, as burocracias envolvidas em todo o processo de compra. E aí que está a razão de nosso post de hoje. Sempre é importante ficar atento aos termos utilizados no mercado imobiliário, seja aqueles utilizados pelos advogados, pelos bancos ou pelos corretores de imóveis. É comum nos depararmos com palavras que nos deixam perdidos em determinados situação, e para você saber tudo o que acontece no processo da compra do seu imóvel, separamos as principais palavras que rodeiam o mercado imobiliário.

Adjudicação
– Ato judicial que declara que a propriedade de um bem se transfere de seu dono para outra pessoa.

Alienação fiduciária – Instrumento que faz com que o comprador só adquira a propriedade do bem, depois de ele estar pago. O imóvel pode ser tomado pelo agente financeiro com três meses de atraso.

Amortização – Pagamento do valor da prestação do imóvel sem os juros, ou de parte do saldo, antes do prazo.

Averbação – Anotação feita pelo Cartório de Registro de Imóveis de qualquer alteração que diga respeito ao proprietário (subjetiva) ou ao imóvel (objetiva).

Capitalização de juros – Processo em que os juros devidos e não liquidados são acrescidos ao valor principal da dívida em forma de encargos: cobrança de juros sobre juros.

Arrendamento -  Aluguel ou contrato pelo qual alguém cede a outrem, por certo tempo e preço, ouso e gozo de um bem não fungível, geralmente imóveis.


Carteira Hipotecária (CH)
– Linha de crédito imobiliário utilizada por grande parte dos bancos privados. Os valores mínimo e máximo de financiamento são definidos pelas próprias instituições financeiras, com juros livres. As taxas mais usuais praticadas no mercado variam de 12,5% a 16% ao ano. Os candidatos a essa modalidade de financiamento não podem utilizar o saldo do FGTS como parte de pagamento, mas podem possuir outro imóvel (financiado ou não). A garantia do banco é a hipotecado imóvel financiado.

Enfiteuse ou aforamento – Taxa anual recebida por proprietários de terreno foreiros, como Igreja e União.

Laudêmio – Tributo a ser pago no caso de venda de imóveis que estão em terrenos foreiros.

Mercado secundário – É por onde circulam títulos negociados no mercado financeiro, que, no caso do mercado imobiliário, acabam gerando recursos para o setor.

Mutuário – Pessoa física ou jurídica que, em um contrato mútuo, assume o papel de devedor de um financiamento.

Recebíveis – Títulos a serem vendidos no mercado financeiro tendo imóveis como garantia.

Patrimônio de afetação – Instrumento que separa o patrimônio da empresa do referente a um empreendimento a ser construído. Em caso de falência, a nova construção não será atingida. É a garantia de segurança aos compradores quanto à aplicação dos recursos aplicados na obra.

Securitização – Transformação de empréstimos bancários em títulos a serem negociados.

Usucapião extraordinário – Instituto que torna possível a obtenção da titularidade de imóvel ocupado há cinco anos.

Fonte: oglobo.com

Para mais esclarecimentos referentes ao mercado imobiliário, confira outros termos na publicação abaixo, elaborada pela construtora Cyrela.

Dicionário Imobiliário

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,


Comente: